Funcionamento : Segunda a Sexta, das 8h às 19h
aos Sábados das 8h às 12h

  
Telefones de Contato: : (71) 3016-3030

Avaliação Otoneurológica - Cliface

Avaliação Otoneurológica

Para a realização de atividades simples no dia a dia necessitamos de informações dos órgãos sensoriais, para que sejamos capazes de nos orientarmos no espaço e movimentarmos adequadamente no espaço.

A cada dia há um aumento crescente do sintoma da vertigem nas clínicas médicas, o interesse por parte dos profissionais da saúde vem aumentando todos os dias, pois as vertigens, tonturas (alterações vestibulares) trazem consequências psicológicas, levando aos sintomas psíquicos, além dos descritos anteriormente.

É de suma importância na avaliação otoneurológica levar em consideração as informações passadas pelo o paciente, pois o mesmo pode ter problemas sérios de vertigens, tonturas, desmaios, náuseas, sendo realmente considerado um paciente vertiginoso, no entanto os resultados dos exames otoneurológicos podem constatar normalidade.

A avaliação otoneurológica avalia a parte auditiva e vestibular do ouvido interno e suas expansões e inter-relações encefálicas. O objetivo da avaliação é descobrir se há ou não comprometimento vestibular, pois alguns sintomas podem advir do comprometimento de outros sistemas (cardiocirculatório, respiratório, digestório e neurológico), a origem da lesão, investigar a causa que determina ou agrava as alterações vestibulares, além de proporcionar acompanhamento do tratamento, favorecendo assim a correção e manutenção dos processos terapêuticos.

É de suma importância ter em mente que os sinais e sintomas das alterações vestibulares apresentam-se nas crianças de maneira diferente das manifestações dos adultos.

À medida que evolui a maturação do sistema nervoso, os estímulos que desencadeiam reflexos vão provocando respostas menos automáticas, nas quais se começa a vislumbrar a marca do componente cortical. Assim, os reflexos se desenvolvem se modificam e se adaptam às circunstâncias do momento, do meio, da saúde geral da criança, da sua idade, de seu temperamento e oferecem ao observador uma gama de variações individuais que, além de informar sobre o estado atual, fornecem elementos de avaliação para antecipar aspectos do futuro e supor o ritmo do desenvolvimento psicomotor.

A avaliação do equilíbrio, junto com a função cerebelar pode ser avaliada no consultório de forma tranquila e descontraída, antes que o paciente passe por exames elaborados. Ao iniciar a avaliação do aparelho vestibular é importante começar pelo nistagmo postural, sabendo que os seus resultados podem interferir nas respostas de outros testes que utilizem estimulação labiríntica.

Fonte: http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/doencas/amigdalite.htm

One Comment
  1. Responder
    Guionalda Duarte

    Boa tarde! Gostaria de saber se o otoneurologista é o profissional médico que também acompanha pacientes com Déficit/Transtorno do Processomento Auditivo Central (DEPAC/TPAC)? Em caso negativo, qual seria? Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *