Funcionamento : Segunda a Sexta, das 8h às 19h
aos Sábados das 8h às 12h

  
Telefones de Contato: : (71) 3016-3030

Laringe Cancer

Câncer de laringe, que atinge Lula, acomete 5 homens para cada mulher

Cirurgião de cabeça e pescoço e fonoaudióloga foram convidados de hoje. Médicos falaram sobre prevenção, sinais de alerta e tratamento da doença.

O câncer de laringe, que acomete o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, atinge cinco homens para cada mulher. A maioria (90%) dos pacientes fuma ou já fumou, e a bebida alcoólica ajuda a agravar ainda mais o quadro.

Os dois juntos aumentam as chances em 40 vezes, pois reduzem a proteção natural da mucosa e causam uma multiplicação celular desordenada na região.

Por ano no Brasil, são diagnosticadas 10 mil pessoas com câncer de laringe – cuja função é carregar o ar da respiração até o pulmão, produzir a voz e impedir que os alimentos entrem nas vias respiratórias. Na região metropolitana de São Paulo, a incidência desse tipo de tumor é de 16 casos para cada 100 mil habitantes, quase três vezes maior que a média mundial (de 6 a 7 casos por 100 mil pessoas). Tudo isso por causa da poluição e do tempo seco.

Para falar sobre os sintomas, fatores de risco, prevenção e tratamento da doença, o Bem Estar desta segunda-feira (31) recebeu o cirurgião de cabeça e pescoço Antonio José Gonçalves e a fonoaudióloga especialista em oncologia Elisabete de Angelis.

Câncer de laringe vale este (Foto: Arte/G1)

Caroço no pescoço, falta de ar, dor para engolir e rouquidão persistente são os principais sintomas desse tipo de câncer, que representa 25% dos tumores que atingem a cabeça e o pescoço e 2% de todos os existentes.

A maior incidência é entre homens de 50 a 60 anos. Além do cigarro e do álcool, o uso excessivo da voz e o vírus do papiloma humano (HPV) são fatores de risco.

Na tentativa de reduzir as chances de problemas na laringe em geral, os médicos indicam deixar uma toalha molhada ou uma bacia com água no quarto. Além disso, é sempre bom ter à mão inaladores, desses de farmácia, que podem ajudar a lubrificar a região.

Para quem fuma qualquer tipo de tabaco – hábito mantido por um terço da população adulta –, o risco de câncer de laringe é 5 vezes maior. E as chances aumentam entre 8 e 11 vezes para indivíduos que fumam cigarro industrializado, de palha ou cachimbo. O ex-presidente Lula parou de fumar recentemente, mas manteve esse vício por décadas.

O cigarro contém cerca de 5 mil substâncias químicas, das quais mais de 40 são cancerígenas. O contato repetido do tabaco agride as células e, mesmo se a pessoa não fuma, é preciso ficar atento: basta respirar continuamente a fumaça dos derivados do tabaco para que sejam apresentados sintomas de irritação nasal, oculares e de garganta. Além disso, os fumantes passivos apresentam risco de desenvolver as mesmas doenças que os ativos, como câncer e problemas cardiovasculares.

Os benefícios de parar de fumar, apesar de levarem um tempo para aparecer, são evidentes:

– Risco de câncer de laringe: 15 anos sem fumar é igual ao de quem nunca fumou
– Risco de câncer de boca: 10 anos sem fumar é igual ao de quem nunca fumou
– Risco de câncer de pulmão: 20 anos sem fumar é próximo ao de quem nunca fumou

O álcool também aumenta a probabilidade do tumor:

– Risco 4x maior: para quem bebe um copo de cerveja por semana
– Risco 6x maior: para quem bebe dez doses de cachaça por semana
– Risco 10x maior: para quem bebe dez doses de uísque por semana

Rouquidão
A rouquidão é um sinal de alerta para o câncer de laringe, mas no caso de Lula essa é uma característica natural dele, então é difícil saber se já era um sintoma.

Recomenda-se investigar qualquer rouquidão que dure acima de 15 dias após os 50 anos de idade. Em casos de inflamação que estão sendo tratadas, a rouquidão costuma desaparecer antes desse período.

Exames simples, como laringoscopia (endoscopia da laringe, disponível no Sistema Único de Saúde), podem ajudar a detectar problemas.

A rouquidão também está associada com doenças como sinusite, gripe e uso excessivo da voz. O tipo mais problemático aparece do nada e não vai embora com o tratamento, por isso deve ser investigado.

Muita gente associa rouquidão (principalmente em homens) com charme e sensualidade, mas essa característica não é sinal de boa saúde.

Alimentação
Uma dieta adequada para prevenir o câncer em geral deve conter proteínas (de preferência, frango ou peixe), legumes, verduras e frutas ricas em vitaminas (em especial A, B2, C e E) e sais minerais.

Devem ser evitados alimentos muito temperados, fritos ou gordurosos e líquidos quentes demais ou gelados.

Chances de cura
Tumor em estágio inicial – acima de 90%
Tumor em estágio médio – de 40% a 70%
Tumor em estágio avançado – abaixo de 20%

Dados sobre Lula
O tratamento do ex-presidente Lula será feito à base de quimioterapia e radioterapia. Tudo começa pela quimioterapia, que terá três sessões, a contar desta segunda-feira. O intervalo entre uma sessão e outra é de 21 dias.

O câncer de laringe precisa de dois tratamentos combinados e é mais resistente que o linfoma, tipo de câncer que atingiu a presidente Dilma Rousseff. Há 20 anos, os médicos tratam esse tipo de tumor com cirurgia associada à quimio ou radioterapia. Por julgarem que o caso de Lula não é tão grave – o tumor está em estágio intermediário e mede cerca de 3 cm –, a equipe médica vai tentar o tratamento com quimio e radioterapia, sem intervenção cirúrgica.

Lula deve ter alta nesta terça-feira e ficará alguns dias em casa recebendo medicamentos por uma bolsa de infusão, que faz com que as drogas entrem no corpo por um cateter introduzido no lado direito do peito. Essa bolsa tem capacidade de funcionamento de pelo menos cinco dias.

O ex-presidente pode sofrer alterações na voz, mas não corre o risco de perdê-la. Esse tipo de câncer é chamado de “P2” e não compromete as cordas vocais, apesar da rouquidão.

Segundo os médicos, Lula deve estar completamente recuperado em fevereiro, levando-se em consideração que “as chances de cura dele são muito boas”.

A equipe médica do Hospital Sírio-Libanês, onde o ex-presidente faz o tratamento, é composta pelos professores doutores Roberto Kalil Filho, Paulo Hoff, Artur Katz, Luiz Paulo Kowalski e Rubens de Brito Neto.

O próximo boletim médico oficial deve sair nesta terça, assim que Lula receber alta.

Fonte: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2011/10/cancer-de-laringe-que-atinge-lula-acomete-5-homens-para-cada-mulher.html, em 31/10/2011.

3 Comments
  1. Responder
    Merri Asakura

    Artigo muito legal. Eu acabei de localizar o seu blog e queria expressar que de fato os teus post são ótimos. Até logo.

  2. Responder
    Deandra Buttitta

    Artigo muito bacana. Eu acabei de encontrar o seu website e queria dizer que de fato os teus artigos são ótimos. Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *